TRAJETORIA

 

Transmissão,criação e diálogo intercultural são as missões estratégicas de nossa rede intercontinental  afim de promover a cultura da paz e a igualdade de chances. 

 

 

BATUK FRANCE

93 La Canebière

13001 Marseille

France

BATUK BRASIL

Rua Zélia Lima Guedes, n° 155 Bairro Santa Luzia Juiz de Fora Minas Gerais CEP   36 030-110 Brasil

 

BATUK SENEGAL

BP 45 794 Dakar Fann - Sénégal

 

*2012

Lançamento do projeto audiovisual “Elles”, que contara com mulheres da França, Senegal e Brasil. Filmagens na França, Marselha.

 

*2011

Criação de BATUK Brasil com base na cidade de Juiz de Fora, Minas Gerais.

 

*2009

Atelier de iniciação audiovisual (realização de documentários) junto a jovens de uma escola pública, na cidade de Keur Massar, no Senegal.

 

*2010

Realização de um atelier de vídeo durante todo o ano letivo com alunos estrangeiros recém-chegados no pais, do colégio público “ La Belle de Mai” na cidade de Marselha, França.

 

*2007 : organização de um atelier de interpretação e iniciação às técnicas cinematográficas com a realização do curta-metragem de ficção de 7mn intitulado “A loucura dos homens”. Em parceria com a Embaixada do Brasil no Senegal.

 

*2006: Organização e coordenação no Senegal de um atelier gratuito de direção de atores para jovens diretores e atores senegaleses. Em parceria com a Embaixada do Brasil no Senegal.

 

*Dezembro 2006: Primeira edição do Final de semana do Cinema Brasileiro em Dacar, em parceria com a Embaixada do Brasil no Senegal.

 

Realização e produção do filme documentário “Africa Capoeira” de 26 minutos, que trata do regresso da Capoeira à sua origem africana pela porta simbólica de Gorée, na ocasião do Primeiro Encontro Internacional de Capoeira na Ilha de Gorée.

 

*2005

Apoio na montagem do projeto do Centro Brasileiro de Formação de Futebol no Senegal. Centro de formação para crianças.

 

Apoio na montagem do projeto de Formação Profissional para os Instrutores de Futebol Africanos com profissionais brasileiros.

 

 

 

 

*2014

Participação do Mês da consciência negra com a viagem do presidente de Batuk Senegal ao Brésil. Inicio de colaboração com a Casa África, centro cultural à Belo Horizonte. Filmagens, contatos com galerias de arte e produtoras em Belo Horizonte. Contatos com profissionais de teatro em Juiz de Fora. Projeção ao ar livre do documentário “Africa Capoeira” e debate com o público durante a Mostra Cine-Afro BH.

 

Oficinas de cinema de animação et projeçoes de filmes em Dacar e Keur Massar, no âmbito da Semaine de la Francophonie.

 

Prospecção no Festival de Avignon, visita para elaboração de projetos futuros com  a participação de artistas brasileiros do teatro, performance e dança.

 

*2013

Filmagem do projeto “Elles” no Brasil.

 

*Oficinas de cinema de animação à Dacar e à Keur Massar, no âmbito da Semaine de la Francophonie em parceria com o Institut Français de Dacar e a l'Organisation Internacional pour la Francophonie. Senegal.

 

 

 

*2015

Cobertura audiovisual da Semana do Brasil no Equitable Café, em Marselha na França. No programa: conferência sobre o teatro contemporâneo brasileiro, capoeira, exposição de artistas brasileiros morando em Marselha, capoeira, show de roda de choro, iniciação ao forró, show de samba e forró, projeções de documentários. Em parceria com as diferentes associaçoes que participaram do evento. Esse trabalho iniciou nossa plataforma de registro da memória brasileira no exterior, de difusão e promoçã o da cultura auriverde. França.

 

Lançamento do Projeto Brasilianidades na Europa com a criação de conteúdos em vídeo e outras mídias afim de

promover as açoes em torno da cultura brasileira no exterior. O sítio web da associação será uma plataforma que funcionará como um ponto de cultura virtual através das rubricas TV BATUK e AUDIOS! França.

 

Atelier de teatro com o diretor Marcus Bavuso na cidade de Espera Feliz em Minas Gerais, destinado a todos os interessados sem limites de idade. A importância de ações intergeracionais foi comprovada! Brasil.

 

Concepção do projeto de Cartografia cultural da micro-região do Parque Nacional do Caparaó na fronteira dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo. BATUK Brasil realizou um questionário que será aplicado junto aos jovens dans comunidades. Este trabalho é fundamental para a elaboração de projetos que possam ajudar na evolução da política cultural local. Brasil.

 

Oficina de cinema de animação e projeções de filmes em Dakar e Keur Massar durante a "Semaine de la Francophonie", em parceria com o Institut Français de Dacar e a l'Organisation Internacional pour la Francophonie. Senegal.

 

Criação du sítio internet da associação: www.batuk.org

 

Encontro com os agentes culturais da comunidade de Keur Massar, periferia de Dacar. Um diagnóstico permitiu a identificação das potencialidades culturais da cidade e as necessidades em termos de formação nos diferentes setores culturais. Senegal.

 

Produção do filme documentário « Il n’a jamais bu du Coca » ("Ele nunca bebeu Coca"). França.

 

Encontro com o fotógrafo e músico Thibault Yevnine durante dua exposição fotográfica « Maputo Mozambique ». Realização de um vídeo. França.

 

BATUK foi ao encontro de Mestre SIQUEIRA e registrou seu show histórico em Marselha. SIQUEIRA é um monumento da música brasileira. Ele foi cavaquinista de Pixinguinha e tem mais de 500 composições próprias! Realização de um vídeo. França.

 

Cobertura audiovisual do evento « Palavras e maravilhas– Rio/Marseille ». Realização de um vídeo. França.

 

 

 

É nessa ótica de diálogo e de trocas de experiências que BATUK quer prosseguir o seu caminho trabalhando sempre para promover o encontro cultural dos povos favorizando um desenvolvimento global mais justo e perene.

*Em Junho de 2005, BATUK realizou o Primeiro Encontro Internacional de Capoeira da Ilha de Gorée. O Encontro veio apoiar o único grupo de capoeira existente no Senegal com o objetivo de favorecer o regresso desta arte afrobrasileira no seu berço africano, incitando assim a sua reapropriação pelos próprios africanos.

 

Esta iniciativa inovadora conheceu um grande sucesso e pôde reunir durante dez dias na Ilha de Gorée, Patrimônio Histórico Mundial, mestres brasileiros de capoeira: Mestre Lua Rasta (Bahia), Mestre Paulo Boa Vida (Rio de Janeiro), Mestre Neco (Rio de Janeiro), Mestre Casquinha (Rio de Janeiro), Mestre Xéxeu (Cabo Verde) assim como participantes vindos de sete países da África (Guiné Bissau, Guiné Conakri, Costa do Marfim, Angola, Cabo Verde, Burquina Faso, Senegal), bem como da França e dos Estados Unidos.

 

Tendo como padrinhos do evento o então Ministro da Cultura do Brasil, Sr. Gilberto Gil e o seu homólogo senegalês a Sra. Safiatou Ndiaye Diop, o Encontro Internacional de Capoeira da Ilha de Gorée contou com a participação de um importante número de artistas senegaleses e pôde atingir um público considerável abrangendo idosos, adultos e crianças, com  as quais foram organizadas oficinas de capoeira.

Uma bela parceria foi realizada com a Ecole des Sables, dirigida pela coreógrafa Germaine Acogny. O centro é uma referência mundial da dança africana contemporânea. Os participantes do Encontro foram recebidos durante dois dias e participaram de um atelier dirigido pela coreógrafa.

 

O Encontro teve um grande sucesso se inscrevendo num concreto diálogo intercultural e na promoção de uma cooperação mais ativa e mais sã entre africanos, sul-americanos, europeus e norte-americanos.